Inovação e empreendedorismo como opção para permanência de jovens no campo

Veja como foi a manifestação em apoio a Amazônia em Brasília 23/08
26 de agosto de 2019
Consumo consciente: moda, brechó e geração de renda
28 de agosto de 2019

Inovação e empreendedorismo como opção para permanência de jovens no campo

Tempo de Leitura: 3 Minutos

O exôdo rural, velho conhecido em nosso país, é o movimento migratório de moradores de zonas rurais para residir em áreas urbanas. É geralmente associado à busca de melhores condições de alimentação, saúde, educação e emprego. Também mais atualmente, o êxodo rural é associado a não identificação das populações rurais, principalmente de jovens, com as rotinas e oportunidades oferecidas nas áreas rurais.

Pensando nessa problemática, o gerente de desenvolvimento rural da Emater – DF, Roberto Bemfica, idealizou o programa “Filhos deste Solo”. Com objetivo de capacitar 200 jovens entre 16 e 29 anos em empreendedorismo rural, o projeto visa estimular a permanência de jovens nos núcleos rurais do Distrito Federal através da elaboração e execução de projetos para suas propriedades rurais. Durante 120 dias, os participantes passarão por curso gratuito para desenvolver seus projetos, e os melhores projetos receberão financiamento para serem colocados em prática.

Além disso, iniciativa conta com diversos apoios e parceiros que oferecerão consultorias e novas experiências aos jovens. Assim será a contribuição da Associação de Jovens Empresários do Distrito Federal (AJE – DF), que entrará com os projetos “Caravana Empreendedora” e “Jovem Exportador”. Segundo Marcos Dias – desenvolvedor dos projetos junto a AJE, ambos visam apoiar e viabilizar negócios inovadores para o ambiente rural, que possam servir de modelo e levar seus produtos para outros locais.

 Já Ronan Pires – Presidente da AJE-DF, salienta a importância da sustentabilidade do projeto, e reforça que é essencial que os jovens possam olhar para o solo e perceber o valor da Terra. Para ele, o apoio ao projeto permitirá que beneficiários abram suas percepções sobre modelos de negócios para suas propriedades, através de treinamentos, consultorias e até mesmo vivências internacionais comuns ao meio empresarial.

No caso do projeto Jovem Exportador, por exemplo, serão cinco objetivos a serem atingidos: a assessoria ao desenvolvimento dos planos de negócios, junto ao programa de ação continuada visando à consolidação desses planos e avaliação de critérios de sustentabilidade de empreendimentos rurais; a missão de negócios agrobusiness, que levará jovens a países referência em agronegócio; e a promoção do intercâmbio de práticas inovadoras internacionais no agronegócio, com a geração de oportunidades de comércio exterior e atração de investidores no setor.

A proposta do programa “Filhos deste Solo” é uma forma inovadora de trabalhar questões antigas do meio rural, proporcionando que jovens no campo sintam-se pertencentes e promotores de novas realidades para as comunidades onde habitam. Para saber mais sobre o programa ACESSE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *